Curtas e Máximas

Marcio, “inabilidoso”, Lacerda

 

Antes, somente o deputado federal Júlio Delgado (PSB-MG) não se convencia da pré-candidatura ao governo de Minas do ex-prefeito da capital, Marcio Lacerda (PSB). Pelo menos, dos críticos, Delgado era quem se posicionava de forma aberta. A movimentação dessa semana, de uma possível aliança com o MDB de Minas alterou as coisas: agora, criticam Lacerda os três deputados estaduais do PSB, dirigentes estaduais da legenda e toda a chapa de pré-candidatos a deputado estadual e federal do partido.

Não é para menos.

A coligação com o MDB seria o fim da bancada do PSB, tanto na Assembleia Legislativa quanto no Câmara dos Deputados.

Com uma chapa de 5 deputados federais  e 13 deputados estaduais, ninguém que queira disputar eleições com intenção real de vitória concorre em uma chapa assim.

Não tendo chapa, só deputados, a coligação com o MDB, significaria o sacrifício das lideranças do PSB para garantir a eleição dos emedebistas.

De tropeço em tropeço, avaliam muitos, Lacerda caminha para repetir, em 2018, o desastre da sua sucessão em 2016.

 

Comentários

Comentários

© 2018 PODER EM PAUTA